Ultrapassagem proibida provoca acidente grave na MGC-120, em Ferros

Um acidente nesse domingo, 9 de setembro, na altura do km 365 da MGC-120, em Ferros, deixou uma mulher gravemente ferida. Segundo a polícia, três carros, um Fox, um Gol e um Polo, se envolveram na batida, que pode ter sido causada por uma ultrapassagem em local proibido. Outras três pessoas tiveram ferimentos mais leves e foram socorridas para o hospital da cidade.

No local do acidente, o motorista do Gol, placa NXY-5399, afirmou aos policiais militares que seguia em direção a Guanhães quando deparou com o Fox, placa HBJ-2722, no sentido contrário, fazendo uma ultrapassagem na contramão. Para não bater de frente, desviou e teve apenas o retrovisor do lado esquerdo atingido.

O Polo Sedan, placa PUH-5457, que seguia logo atrás do Gol, não teve a mesma sorte e foi atingido de frente pelo Fox, conduzido por um homem de 38 anos. O impacto da colisão foi tão forte que o Polo foi lançado por cerca de 30 metros em uma ribanceira às margens da rodovia.

Devido ao acidente, duas pessoas que estavam no Polo ficaram feridas. Zélia Eduardo Teixeira Ramalho, 36 anos, apresentava um traumatismo abdominal e foi socorrida em estado grave. A filha dela, Isabelle Teixeira Ramalho, 11, sofreu uma fratura no braço esquerdo. Já o motorista do Fox sofreu um corte no queixo e reclamava de dores na região do tórax. As vítimas foram socorridas para o Hospital de Ferros e em seguida transferidas para o Hospital Nossa Senhora das Dores, em Itabira.

A Polícia Rodoviária Estadual foi comunicada do acidente para o registro da ocorrência. Os militares sinalizaram o local até a remoção dos veículos acidentados. O motorista do Fox teria assumido para os militares que fazia a ultrapassagem em local proibido no momento da colisão. Ele foi autuado de acordo com a legislação.

Notícias Relacionadas