Taxista de Guanhães tem o veículo roubado e autor do crime é preso em Santana do Paraíso

Além do acusado pelo roubo, outros dois suspeitos foram detidos por negociar a venda do carro roubado. A abordagem ao carro roubado aconteceu próximo ao acesso para o bairro Águas Claras, em Ipatinga

Um jovem, de 20 anos, foi preso durante um cerco policial na BR-381, próximo ao acesso para o bairro Águas Claras, em Santana do Paraíso. Ele estava com um carro tomado de assalto de um taxista de Guanhães na tarde dessa quinta-feira (17). Além de M.R., mais duas pessoas suspeitas de envolvimento com o caso foram presas em Ipatinga.

O caso começou em Guanhães, no terminal rodoviário, conforme informaram os policiais militares. O suspeito chegou até o local e tentou solicitar uma corrida para Ipatinga, mas um taxista desconfiou e não aceitou. Em seguida, o jovem foi até outro motorista de táxi alegando que queria ir até Sapucaia de Guanhães, distrito distante 52 quilômetros da sede.

A vítima de 62 anos e o seu neto, de 15 anos, foram com o passageiro até Sapucaia, no trajeto o rapaz começou a alegar que queria ir até Ipatinga e quanto ficaria a corrida se continuasse a viagem. Mas antes, teria que parar na casa da tia para poder pegar o dinheiro. No local indicado, o assaltante pegou umas pedras e ameaçou as vítimas roubando o VW Fox após empurrar o taxista.

O acusado fugiu no carro sentido ao Vale do Aço, situação que mobilizou várias equipes da Polícia Militar na região no cerco e bloqueio na tentativa de prender o autor do roubo. PMs da 12ª Companhia de Trânsito Rodoviário e do 14º Batalhão de Ipatinga avistaram o táxi roubado na BR-381.

Nas proximidades do trevo de acesso para o bairro Águas Claras, o motorista em fuga perdeu o controle e bateu contra um caminhão na rodovia federal. O veículo sofreu vários danos e o condutor, se feriu, por sorte, somente levemente diante dos equipamentos de segurança do automóvel roubado.

Após dificultar o trabalho dos policiais, pois o suspeito não possuía documentos, descobriu-se que ele estava com mandado de prisão em aberto e era considerado foragido da Justiça. Ele alegou que roubou o carro a pedido de um comparsa, em Ipatinga. Os policiais militares conseguiram localizar o mandante, de 21 anos, no bairro Canaãzinho, que confessou que realmente pagaria R$ 1 mil pelo carro, negociação intermediada outro suspeito, de 35 anos.

Este, também foi localizado, mas em Ipaba ao se apresentar para dormir na Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho. Aos PMs, ele disse que receberia R$ 100 se concretizasse o negócio do carro, mas não sabia de mais nada. Porém, à imprensa, negou ter conhecimento do caso, mas revelou que conheceu os outros dois suspeitos na penitenciária onde tem que ser recolher à noite ao cumprir pena no regime semiaberto.

O carro roubado foi removido ao pátio credenciado pelo Detran após a ocorrência do acidente ser registrada pela Polícia Rodoviária Federal, e os três presos conduzidos pela Polícia Militar Rodoviária ao plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga. O primeiro suspeito passou na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro Canaã, para ser medicado antes de ser apresentado à Polícia Civil.

Reprodução. Portal Diário do Aço.