Serginho comanda virada, América bate Atlético-PR e se recupera no Brasileiro

Coelho reage no Independência, triunfa por 3 a 1 e sobe na tabela

Depois de derrotas seguidas (para São Paulo e Corinthians), o América se recuperou no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o Coelho teve boa atuação contra o Atlético-PR e venceu por 3 a 1, de virada.  Com dois gols, Serginho comandou a reação americana, e Ademir, nos minutos finais da partida, definiu o placar no Independência. Thiago Carleto, em cobrança de falta, marcou para o Furacão.

Com o resultado, o América subiu duas colocações na tabela do Brasileiro e chegou ao 11º lugar, com 13 pontos. Já o Atlético-PR está na 16ª posição, com nove pontos.

O América volta a campo nesta quinta-feira, às 21h, no Independência, em clássico contra o Atlético, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Um dia antes, às 21h, o Atlético-PR visita o Sport na Ilha do Retiro, no Recife.

Jori falha, mas Coelho reage rápido

O América pressionou bastante no início da etapa. O Atlético-PR apostou numa postura mais retraída, à espera dos contra-ataques, enquanto o time mineiro trabalhou a bola na intermediária e explorou cruzamentos para a grande área. A primeira finalização do Coelho ocorreu aos 11 minutos, com Serginho. O meia recebeu passe de Gerson Magrão e bateu forte, para boa defesa de Felipe Alves. Pouco depois, Carlinhos tentou o chute de fora da área, e o goleiro do Furacão defendeu novamente.

O Atlético-PR respondeu aos 18 minutos: Pablo, livre na grande área, recebeu lançamento, mas, cara a cara com Jori, bateu mal na bola e isolou à direita. Aos 31min, o América chegou com perigo mais uma vez. Após boa troca de passes na intermediária, Noberto ficou com a bola na área, girou sobre a zaga e finalizou, mandando à direita de Felipe Alves. Aos 34min, nova chance para o Coelho: Juninho cruzou da direita para a área e achou Carlinhos, na segunda trave. O lateral-esquerdo desviou, e a bola saiu rente à trave.

Após a chance perdida, Carlinhos sofreu uma lesão no ombro esquerdo e precisou ser substituído por Giovanni, aos 36 minutos. Apenas um minuto depois, o Atlético-PR abriu o placar no Independência. Em cobrança de falta na meia-lua, Rossetto fintou, e Thiago Carleto bateu forte, rasteiro. O arremate passou sob a barreira e foi no meio do gol. Jori caiu para espalmar, mas falhou, deixando a bola passar por baixo do braço: 1 a 0 para o Furacão.

A reação do América não demorou. Após cobrança de escanteio, Judivan protegeu a bola na grande área em meio a três marcadores. O atacante encontrou espaçou e fez a assistência para Serginho, que concluiu para o gol: 1 a 1.  A etapa terminou com maior posse de bola do Atlético-PR: 56% contra 44%. O Coelho, no entanto, teve mais finalizações: 11 a 4.

Serginho marca de novo, e América vira no Horto

O ritmo da partida caiu no início do segundo tempo. Aos 10 minutos, o América vacilou e quase sofreu o segundo gol. O zagueiro Thiago Heleno foi lançado na grande área, dominou, girou, e Matheus Ferraz, que estava na marcação, desabou. O defensor atleticano bateu forte, e a bola explodiu no travessão. O rendimento do Coelho também diminui, e o paranaenses impuseram ainda mais o toque de bola, chegando com mais facilidade à área adversária. Para mudar o panorama americano, aos 25 minutos, o técnico Enderson Moreira tirou Gerson Magrão e colocou Ademir.

O ímpeto do América aumentou com a alteração, e a virada no Horto ocorreu aos 30 minutos. Aylon foi lançado pela ponta esquerda e cruzou para Serginho, na grande área. O camisa 10 cabeceou para baixo e mandou por baixo da pernas de Felipe Alves:

2 a 1. Aos 43 minutos, Ademir definiu a vitória americana. O atacante recebeu de Aderlan e chutou cruzado para fechar o placar: 3 a 1.

AMÉRICA 3 X 1 ATLÉTICO-PR

América: Jori; Norberto, Matheus Ferraz, Messias e Carlinhos (Giovanni, aos 34’do 1ºT); Christian e Juninho; Serginho, Gerson Magrão (Ademir, aos 25’ do 2ºT) e Aylon; Judivan (Aderlan, aos 38’ do 2ºT). Técnico: Enderson Moreira

Atlético-PR: Felipe Alves; Wanderson (Raphael Veiga, aos 36’ do 2ºT), Thiago Heleno e José Ivaldo; Matheus Rossetto (Bérgson, aos 42’ do 2ºT), Camacho, Lucho González e Thiago Carleto (Renan Lodi, aos 23’ do 2ºT); Nikão, Guilherme e Pablo. Técnico: Fernando Diniz

Gols: Thiago Carleto (Atlético-PR), aos 38’ do 1°T; Serginho(América), aos 40’ do 1°T e aos 30’ do 2ºT; Ademir (América), aos 43’ do 2°T
Cartões amarelos: Matheus Ferraz (América); Guilherme, Lucho González (Atlético-PR)
Motivo: 9ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Independência, em Belo Horizonte
Data: 3 de maio de 2018 (domingo)
Árbitro: Rodrigo Baptista Raposo (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e Ciro Chaban Junqueira (DF)
Público: 4.679
Renda: R$ 32,230