Senado aprova projeto de lei que inclui Guanhães e municípios da região na área da Sudene

O Senado aprovou nesta quinta-feira (27) o Projeto de Lei 148/2017, que inclui 78 municípios de Minas Gerais e quatro municípios do Espírito Santo nas áreas da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

O projeto, que foi aprovado por 57 votos a favor e 9 contrários, será encaminhado à sanção do presidente da República.

Atualmente, a área de atuação da Sudene abrange quase dois mil municípios, dos quais 168 são de Minas Gerais, do Norte do estado e dos vales do Mucuri e do Jequitinhonha.

O relator do projeto, senador Carlos Viana, explica que a inclusão na área da Sudene vai possibilitar a esses municípios o acesso a uma série de financiamentos com juros mais baixos e prazos mais alongados, possibilitando o desenvolvimento regional.

O projeto foi apresentado em 2007 pelo ex-deputado José Fernando Aparecido, mas foi arquivado em 2011. Em 2015, o deputado federal Leonardo Monteiro apresentou o PLC 119, desarquivando o anterior e incorporando 78 municípios do Vale do Rio Doce.

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Governador Valadares (ACEGV), Jackson Lemos, destacou que o trabalho de muitas pessoas para a aprovação do projeto, que será importante para o desenvolvimento econômico da região.

Alguns municípios que serão acrescentados à área da Sudene são: Água Boa, Braúnas, Cantagalo, Carmésia, Coluna, Divinolândia de Minas, Dores de Guanhães, Frei Lagonegro, Guanhães, José Raydan, Materlândia, Paulistas, Peçanha, Sabinópolis, Santa Maria do Suaçuí, São João Evangelista, São José do Jacuri, São Pedro do Suaçuí, São Sebastião do Maranhão, Senhora do Porto e Virginópolis.