Polícia Civil investiga estupro em São João Evangelista

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) está investigando o estupro de uma mulher, ocorrido no interior da casa dela, na manhã da última sexta-feira (9/7), em São João Evangelista, cidade com cerca de 16 mil habitantes, na região do Rio Doce. O crime, de extrema gravidade, não é comum no município, motivo pelo qual gerou grande comoção social.

De acordo com o delegado Luiz Jardim, em virtude do sigilo necessário às investigações, não é viável informar detalhes sobre os trabalhos policiais. No entanto, é válido frisar que estão sendo utilizadas técnicas de inteligência policial pertinentes ao caso.

“É legítima a voz que ecoa da sociedade, entretanto, é preciso que se tenha prudência na manifestação, pois, do contrário, poderá ser praticado o crime de denunciação caluniosa, que consiste na atribuição leviana de uma infração penal a pessoa inocente, que, assim, ficará exposta ao risco de retaliação, motivada pelo desejo de justiça”, alerta o delegado.

Ainda segundo Luiz, “importante é que a coletividade atue de maneira integrada com as forças de segurança pública”. Qualquer informação que possa contribuir para o esclarecimento do fato deve ser informada aos policiais da Delegacia de Polícia Civil em São João Evangelista, responsável pelo inquérito, ou pelo Disque Denúncia 181, de forma sigilosa. (Fonte: PCMG)