Operação busca desarticular organização criminosa que atua no Presídio de Guanhães

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e das Promotorias de Justiça em Guanhães, com apoio da Secretaria de Administração Prisional, da Polícia Militar e da Polícia Civil, deflagrou, na manhã desta quarta-feira, 24 de julho, a segunda fase da “Operação La Catedral”.

O objetivo da ação foi desarticular organização criminosa que atuava no Presídio de Guanhães. As investigações apuram a prática, pela organização, de atos de corrupção passiva, falsidade ideológica e prevaricação, para conceder privilégios e regalias a presos no estabelecimento.

Na operação desta quarta, foi cumprido um mandado de prisão e três mandados de busca e apreensão, na comarca de Guanhães.

(As informações são do Ministério Público de Minas Gerais)