Moradores de Comunidades próximas realizam protesto contra mineradora Anglo American

Os moradores das comunidades de Água Quente, turco e Jassém, localizadas próximo aos municípios de Dom Joaquim e Conceição de Mato Dentro, paralisaram a rodovia que liga os dois municípios em protesto contra mineradora Anglo American.

O motivo da manifestação é para a Anglo American tomar providencias em relação a segurança dos moradores que estão com medo de um rompimento da Barragem de rejeitos Minas Rio, que existe em Conceição do Mato Dentro, colocando em risco a vida da população.

Entramos em contato com a Anglo American que, por meio de nota, informou que a barragem de rejeitos do Minas-Rio, em Conceição do Mato Dentro, conta com completo programa de gestão de segurança, o que inclui inspeções diárias, leitura semanal dos instrumentos e inspeções geotécnicas com frequência mínima quinzenal, além de revisões trimestrais realizadas por empresas independentes.

A nota também informa que a empresa está “em dia com todas as auditorias que geram as declarações de estabilidade exigidas pela Agência Nacional de Mineração (AMN) e Fundação Estadual de Meio Ambiente (FEAM). A barragem foi construída com aterro compactado e seu alteamento está sendo feito pelo método a justante, considerado o mais seguro e conservador.

Confira o que diz a nota da Anglo American:

Posicionamento Anglo American

Manifestação

A Anglo American preza pelo relacionamento com as comunidades vizinhas aos seus empreendimentos e mantém diálogo constante. Sobre a manifestação, equipes da Anglo American estiveram em diálogo com os manifestantes para discutir as reivindicações apresentadas no ato. Foi proposta a realização de uma reunião com representante dos moradores da região e com autoridades locais para tratar de todas as demandas. A empresa reafirmar sua disposição para encontrar soluções consensuais que garantam a segurança e a qualidade de vida dos moradores.

Segurança da barragem

A Anglo American informa que a barragem de rejeitos do Minas-Rio, em Conceição do Mato Dentro (MG), conta com completo programa de gestão de segurança, o que inclui inspeções diárias, leitura semanal dos instrumentos e inspeções geotécnicas com frequência mínima quinzenal, além de revisões trimestrais realizadas por empresas independentes.

Estamos em dia com todas as auditorias que geram as declarações de estabilidade exigidas pela Agência Nacional de Mineração (AMN) e Fundação Estadual de Meio Ambiente (FEAM). A barragem foi construída com aterro compactado e seu alteamento está sendo feito pelo método a jusante, considerado o mais seguro e conservador.”

Fernando Araújo.
Fotos Recebidas via WhatsApp.