Justiça defere liminar no mandado de segurança do Saae Guanhães

A juíza de direito da 1ª Vara Cível da Comarca de Guanhães, Maria Clara Silva Castro, deferiu a liminar do mandado de segurança feito pelo Saae Guanhães.

Com essa decisão, ficam suspensos os efeitos do decreto legislativo municipal aprovado pelos vereadores, em que impedia a autarquia de continuar com o novo sistema tarifário para as contas de água dos cidadãos guanhanenses.

Nesta quinta-feira (19) o presidente da Câmara Municipal, Osmar Gomes Fidelis, durante entrevista na Rádio Vida Nova FM, falou sobre os argumentos do legislativo municipal que levou os vereadores a emitirem tal decreto e rebatou algumas falas do diretor do Saae, José Geraldo “Dezinho” Ventura. Ouça abaixo: