Guanhães e municípios chegam a acordo prévio para manterem serviço de Pronto Atendimento do Hospital Imaculada Conceição

HIC

Prefeitos e secretários de municípios que utilizam os serviços do Hospital Imaculada Conceição (HIC) se reuniram, juntamente com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e representantes do CISCEN (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Centro Nordeste), nesta terça-feira (11/09). O encontro serviu para reajustar os repasses dos municípios que utilizam os serviços do Pronto Atendimento do hospital.

Ao todo, onze cidades participaram da reunião e após, debates que duraram praticamente todo o dia, ficou decidido que Guanhães continuará arcando com a quantia de R$200.000,00 e o restante, R$25.000,00, será rateado entre os outros municípios. Serão R$2.500,00 para cada município, com exceção de Carmésia, que pagará mais R$4.000,00. Esse acordo ficará vigente durante três meses, até que seja feita uma auditoria independente, outra estadual, e também outra auditoria convocada pelas secretarias no hospital para que sejam identificados os déficits na instituição.

Segundo o diretor do hospital, Leonardo Seixas, “na próxima quarta-feira, dia 19, haverá uma audiência para levar o acordo à justiça para que ele seja ratificado por parte do poder judiciário até que sejam feitas as auditorias e o valor do custo real seja apontado pela auditoria e confrontado com os dados levantados anteriormente pela instituição”. A reunião dessa terça-feira, mais uma vez, foi mediada pelo Ministério Público.

Notícias Relacionadas