Guanhães decreta estado de calamidade financeira

Na tarde desta segunda-feira, 03 de dezembro de 2018, uma coletiva de imprensa foi convocada pela prefeitura de Guanhães, onde a prefeita, Dóris Campos, anunciou a assinatura do decreto de Calamidade Financeira realizada na última sexta-feira, 30/11.

Segundo a prefeita, antes do decreto a administração tentou cortar gastos para tentar evitar tal medida.

Com o decreto de calamidade financeira, que entrou em vigor hoje (03/12/2018), contratos que estão vencendo não serão renovados. Os serviços essenciais como Educação e Coleta de Lixo serão mantidos de forma a não prejudicar a população.

Durante a coletiva, a prefeita também informou que os 50% do salário dos professores referentes ao mês de setembro serão pagos com recursos próprios conseguidos através do IPTU. Ainda não há previsão de pagamento dos salários da classe para os meses de outubro e novembro.

O prazo inicial do decreto é de seis meses, podendo ser estendido ou revogado, condicionado ao equilíbrio dos cofres públicos.