Ferros agora conta com nova ONG de defesa aos animais

A Associação de Proteção aos Animais Toca de Assis (Apata) foi oficialmente criada nesse sábado, 22 de abril. Em assembleia geral, após leitura do estatuto e devidas modificações, a associação de defesa aos animais foi aprovada por unanimidade.
O encontro aconteceu no Centro Cultural Roberto Drummond, em Ferros, e foi aberto à população. Diante dos problemas de maus tratos e abandono de animais, protetores de animais da cidade se uniram para a criação da ONG. Na assembleia, além da aprovação do Estatuto, houve eleição e posse da Diretoria e do Conselho Fiscal. Representantes das ONGs Ampari, de Itabira, e Amar, de Santa Maria de Itabira marcaram presença.
A chapa apresentada também foi eleita por unanimidade, com mandato de três anos. “Agora vamos angariar fundos para registrar a associação em cartório”, salientou a ONG.
Confira a diretoria da Apata: 
Presidente: Marilda Assunção Gonçalves
Secretário: Joanne Moura de Lima
Tesoureiro: Maria Perpétua de Britto
Vice-presidente: Hugo Magalhães Lage
II Secretário: Denise Silva Alves
II Tesoureiro: Joana Freitas Andrade
Conselho Fiscal:
– Luciana Amorim Drumond
– Renata Mateus de Almeida
– Dalva da Cruz Dias
Suplentes:
– Maria Marta Nicácio
– Tereza Cristina Almeida Silveira
– Laherse Magalhães Lage
Responsável técnico: Dr. Henrique Quintão Brant
Assessor Jurídico: Dra. Elza Maria da Silva
História 
Os amigos Marilda Assunção e Hugo Magalhães, ambos profissionais da saúde, pensavam na criação da ONG há aproximadamente três anos. A ideia ganhou força com o apoio da Polícia Ambiental e da Presidente da ADAF – Associação de Defesa Ambiental de Ferros, Tininha.
Após apresentação de um projeto sobre construção de canil/gatil à Polícia Ambiental do município, os amigos receberam apoio e orientações iniciais. Partindo daí, os membros buscaram por leis que protegem os animais, fizeram contato com outras ONGs, recebendo assessoria e suporte.
A ONG também recebeu apoio de vários outros protetores, que também viram a necessidade de se criar uma associação e buscar parcerias para conseguir castração, vacinas e conscientização.
Colabore e participe!
Segundo a ONG, cerca de 200 cães e um número maior de gatos, estão abrigados em casas de protetores voluntários. A associação não possui sede e conta com a ajuda da população.
Para ajudar, doar ou fazer parte da associação, favor entrar em contato por meio dos telefones: (31) 99585-9707 e (31) 98437-0814 (WhatsApp). (Portal De Fato/Itabira)

Mais notícias