DEER-MG promete melhorias paliativas em trecho entre Senhora do Porto e Dom Joaquim

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG) informou que melhorias serão feitas nos 25 km da MG-229, entre Dom Joaquim e Senhora do Porto. De acordo com o departamento, assim que as condições climáticas melhorarem no local, será realizado o serviço de patrolamento, ou seja, nivelamento do trecho.

Além do patrolamento ainda está previsto a regularização dos pontos críticos com uso de material resistente. Segundo o DEER-MG, tal medida visa garantir a segurança e boas condições de tráfego no trecho.

Por enquanto, motoristas que precisam passar pelo local sofrem com a estrada, que ainda é de terra. A via coleciona buracos e provoca atolamento de veículos devido a grande quantidade de lama.

Com o grande fluxo de caminhões e com a chegada do período de chuvas, o trecho fica ainda pior, provocando danos aos carros e interrupções nas linhas de ônibus com destino ao Vale do Aço.

Prejuízos

Agnaldo Paiva Silva, funcionário da mineradora Anglo American, mora em Conceição do Mato Dentro e enfrenta este obstáculo há muito tempo. Segundo ele, o problema maior é que, com a estrada intransitável, os ônibus da linha Conceição- Guanhães deixam de circular.

“Nós ficamos presos aqui em Conceição do Mato Dentro porque não tem ônibus. Precisamos contar com a sorte de achar caronas compartilhadas em carros particulares para seguir o caminho. Está sendo a nossa única alternativa”, afirma Agnaldo.

Já o técnico agrimensor Wesley de Souza Duarte conta que a falta de asfaltamento no trecho da MG-229 o impede de visitar a família em Ipatinga. Ele trabalha em Conceição do Mato dentro há quatro anos e durante este período conta com a sorte para conseguir passar pela estrada.

“Antes eu ia para casa toda semana, agora passei a ir de 15 em 15 dias. Minha esposa e meu filho estão em Ipatinga e preciso passar por este trecho. Meu carro foi parar diversas vezes na revisão, danificado pela estrada. Da última vez tentei passar pela via e tive que voltar para trás”, relata.

Wesley ainda afirma que teve momentos em que foi obrigado a passar por Belo Horizonte para depois seguir para Ipatinga.
“Vou para Ipatinga na próxima sexta-feira e sigo direto por Belo Horizonte para não correr riscos de um prejuízo maior. Não está fácil ficar longe da família e ainda enfrentar essa estrada”, desabafa.

Asfaltamento

Apesar de o DEER prometer melhorias, o grande desejo de quem trafega pela MG-229 é o asfaltamento da via. A demanda é antiga e articulada há anos por lideranças políticas de Senhora do Porto, Dom Joaquim e Conceição do Mato Dentro.

Em outubro do ano passado, líderes municipais se reuniram com o diretor do DEER/MG, Fabrício Torres Sampaio, e representantes da Anglo American. A intenção é que a empresa e o órgão estadual firmem um convênio para asfaltar a rodovia, a exemplo do que foi feito no trecho entre Conceição do Mato Dentro e Serro. Não há ainda, no entanto, um prazo para que a obra dê passos mais concretos.

Reprodução. Portal De Fato/Itabira.