Cruzeiro domina o Ceará, vence terceiro jogo seguido no Brasileiro e assume a vice-liderança

Gol de Sassá, ainda no primeiro tempo, definiu placar do duelo no Castelão

Bem ao estilo do técnico Mano Menezes, o Cruzeiro garantiu a terceira vitória consecutiva por 1 a 0 no Campeonato Brasileiro. O derrotado da vez foi o Ceará, na noite deste domingo, no Castelão. Sassá marcou o gol do triunfo aos 19 minutos de jogo, o primeiro dele na competição nacional. Apesar do placar magro, o duelo fora de casa mostrou domínio absoluto do clube celeste, que terminou a partida com 60% de posse de bola, mais de 460 passes certos trocados e dono das principais chances de ataque.

Com a vitória sobre o Ceará, o Cruzeiro chega aos 16 pontos, sobe cinco posições na tabela e alcança a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. É a melhor colocação da Raposa no torneio nacional na temporada. Nesta segunda-feira, o Fluminense visita o Paraná no Durival Britto, em Curitiba, às 20h, e poderá ultrapassar o clube mineiro em caso de vitória.

O Cruzeiro agora retorna a Belo Horizonte, onde recebe o Vasco na próxima quarta-feira, às 21h45, no Mineirão. Será o último jogo da equipe celeste na capital mineira antes da parada da Copa do Mundo. Os ingressos para o torcedor que quiser acompanhar de perto a “despedida” já estão à venda para os sócios. As bilheterias estarão abertas a partir desta segunda-feira. O Ceará, por sua vez, buscará a reabilitação contra o Botafogo na quarta, às 19h30, no Engenhão, no Rio de Janeiro.

O jogo

Como se jogasse dentro de casa, o Cruzeiro não deu qualquer chance ao Ceará de pensar o jogo. Dono de 70% da posse de bola na primeira metade do tempo inicial, o time celeste trocou o dobro de passes do adversário (com alto índice de acerto) e chegou três vezes ao gol de Everson, todas com finalizações de fora da área, antes de abrir o marcador do Castelão em jogada trabalhada. Aos 17′, Rafael Sobis acertou lançamento preciso para Bruno Silva na ponta direita. Substituto de Robinho neste domingo, o camisa 20 encontrou Sassá na pequena área, deu boa assistência, e o atacante entrou com bola e tudo no gol. 1 a 0. Foi o primeiro dele no Brasileirão.

Se havia alguma trégua da torcida do Ceará com o time, tudo acabou depois do gol do Cruzeiro. Durante a semana, um treino do Vozão chegou a ser paralisado por cobranças de torcedores insatisfeitos com a série de oito jogos sem vitórias. A equipe de Mano Menezes aproveitou essa pressão toda para controlar ainda mais a partida. Seguiu dominando as ações de ataque e quase ampliou o placar aos 32′. Sobis aproveitou rebote do goleiro Everson, finalizou da entrada da área, mas o arqueiro do Ceará conseguiu evitar o tento. No rebote, Bruno Silva acertou a trave, mas o auxiliar já havia marcado impedimento.

O domínio absoluto do Cruzeiro na primeira etapa não fez o Ceará mudar a estratégia no tempo final. Ainda que pudesse ousar um pouco mais, Jorginho manteve a postura reativa do time, esperando um erro da Raposa para chegar ao gol de Fábio. O tempo passou e o que se viu, porém, foi a ampliação do controle celeste. Aos 3′, Mancuello roubou a posse na saída de bola do Vozão, tabelou com Thiago Neves e saiu na cara de Éverton. O goleiro fez importante defesa.

O desgaste físico das duas equipes foi o que deixou o jogo mais aberto para ambos os lados. Na primeira chance clara, o Ceará aproveitou falha de marcação de Egídio para assustar Fábio. Éder Luis, velho conhecido do futebol mineiro pelo período vestindo a camisa do Atlético, finalizou de dentro da área, mas Fábio fez a defesa em dois tempos. Aos 31′, o goleiro cruzeirense fez outra boa intervenção na finalização de Romário. Apesar dos dois sustos, o controle celeste prevaleceu sobre as tentativas do Vozão. A vitória garantida pelo time de Mano Menezes rendeu a vice-liderança ao Cruzeiro. O Fluminense joga nesta segunda-feira contra o Paraná e poderá ultrapassar a Raposa. 

CEARÁ 0X1 CRUZEIRO

Ceará

Everson; Patrick, Valdo, Rafael Pereira e Romário; Richardson, Fabinho, Ricardinho (Juninho Piauiense) e Wescley (Éder Luis); Douglas Coutinho (Javier Reina) e Arthur. Técnico: Jorginho.

Cruzeiro

Fábio; Edilson, Leo, Dedé e Egídio; Lucas Romero e Lucas Silva; Bruno Silva (Mancuello), Thiago Neves e Rafael Sobis (Marcelo); Sassá (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

Gol: Sassá (17’1ºT)

Cartões amarelos: Bruno Silva, Sassá, Rafael Sobis e Lucas Silva (Cruzeiro); Arthur e Juninho Piauiense (Ceará)

Motivo: 9ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Estádio Governador Plácido Castelo, o Castelão, em Fortaleza (CE)

Data e horário: 03/06/2018 (domingo), às 19h

Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (FIFA/RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)