Conceição vai fechar atrações turísticas, comércio e serviços por sete dias

O município de Conceição do Mato Dentro vai endurecer medidas de restrição para controlar o avanço da pandemia de Covid-19. Entre os dias 11 e 17 de fevereiro, estarão suspensos todos os alvarás de estabelecimentos comerciais e demais prestações de serviços. Foi determinado também o fechamento de todas as atrações turísticas e culturais do município. Será permitido tão somente o funcionamento das atividades consideradas essenciais.

No período, o governo conceicionense proibiu ainda o consumo de bebidas alcoólicas em quaisquer locais públicos, mesmo em estabelecimentos que tiverem permissão para funcionar. E mais: festas ou eventos, públicos e privados, estão expressamente proibidos. No caso de descumprimento das regras, além das penalidades administrativas, a Prefeitura acionará Polícias Militar e Civil, e o Ministério Público de Minas Gerais.

As determinações constam no Decreto Municipal 021/2021, assinado pelo prefeito José Fernando Aparecido de Oliveira. O documento autoriza apenas o funcionamento de serviços de saúde – unidades hospitalares, postos de saúde, clínicas e farmácias -, supermercados, açougues, padarias e sacolões, distribuidoras de gás e água mineral, postos de combustíveis, agências bancárias, Correios, casas lotéricas, serviços funerários e atividades religiosas, com controle do público.

Restaurantes, lanchonetes e as lojas de materiais de construção e elétrico poderão atender a clientela somente com delivery. “Caso necessário, poderão ser criadas barreiras sanitárias para manter a ordem e impedir a disseminação da Covid-19. Haverá fiscalização efetiva em todo o município para que sejam cumpridas todas as determinações impostas no decreto”, informou a Prefeitura de Conceição, em comunicado.

Ponto facultativo

Para evitar aglomerações e viagens, não haverá ponto facultativo em Conceição do Mato Dentro durante o Carnaval. Serão dias úteis nos órgãos públicos do Município os dias 15, 16 e 17 de fevereiro. (Reprodução: Portal De Fato/Itabira)