Administração de Guanhães realiza reunião e apresenta situação financeira do município

Na tarde desta terça-feira, 23, a administração municipal de Guanhães realizou uma reunião com sindicatos, vereadores e alguns servidores para prestar esclarecimentos sobre a real situação financeira do município.

A prefeita Dóris Campos Coelho (Dorinha) abriu a reunião expondo a situação precária das contas do município e informou que os valores apresentados por alguns vereadores não refletem a real situação do caixa da prefeitura. Dorinha disse ainda que o município, além da precariedade financeira, não está recebendo os repasses estaduais.

O controlador-geral do município, Florentine Souza, apresentou uma planilha com as receitas e despesas do município na atual gestão. Entre os meses de junho, julho, agosto, setembro e outubro, até o presente momento, Guanhães arrecadou R$13.937.701,49 e teve uma despesa de R$13.318.123,59. Restando um saldo positivo de R$619.577,90.

Após intensa troca de farpas, devido à questões levantadas nas redes sociais, os vereadores se propuseram a buscar a liberação dos recursos junto ao governo e ir, juntamente com a prefeita, a Belo Horizonte para se reunirem com deputados e o governador do Estado em busca de recursos para que a situação seja resolvida o mais breve possível.

O advogado do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Municipal de Guanhães, Carlos Roberto Ribeiro, propôs que parte do pagamento aos servidores fosse com dinheiro constante em caixa, com a divisão igualitária, situação que foi rechaçada pela controladoria.

Os vereadores propuseram ainda a desafetação e leilão de bens públicos a fim de arrecadar receitas. Essa proposta foi vista com bons olhos pela administração.

Apesar de apresentarem satisfação coma aproximação entre os poderes Executivo e Legislativo em busca de uma solução, os servidores e representantes dos sindicatos se mostraram frustrados pois saíram da reunião sem uma data definida para que os salários fossem quitados.

Mais notícias