Chapecoense tenta contratação de Rafael Marques, mas atacante prefere ficar no Cruzeiro

O atacante Rafael Marques não está entre as primeiras opções do técnico Mano Menezes para figurar no ataque titular do Cruzeiro. E por ser um jogador que gera elevado custo à Raposa, a diretoria celeste busca repassar o avante para outra equipe. A Chapecoense até mostrou interesse, mas o próprio jogador, segundo a direção estrelada, agradecendo e mostrando respeito à equipe catarinense, preferiu não defender o time de Chapecó.

A informação foi revelada na tarde desta sexta-feira (12) pelo vice-presidente de futebol do Cruzeiro Itair Machado.

“Rafael Marques disse que quer disputar títulos e acha que o momento não é de sair. O jogador, para sair, o clube tem que pagar o contrato todo. E o contrato todo o Cruzeiro não tem condições de pagar. O Rafael Marques é respeitado por todos, e a gente tenta um novo clube para ele”, disse o dirigente explicando o clube que mostrou interesse no atacante.

“Não foi o Bahia, foi a Chapecoense”, explicou após ser perguntado sobre as especulações que giravam em torno do Tricolor de Salvador.

A Chapecoense disputará a Copa Libertadores de 2018 e busca um centroavante para a vaga de Túlio de Melo, que deixou o Verdão do Oeste para defender o Avispa Fukuoka, da segunda divisão japonesa.

De acordo com a imprensa de Chapecó, Rui Costa, responsável pelo futebol da Chapecoense, confirmou investida em Rafael Marques. No entanto, o salário do jogador “assustou”.