Atlético dá mais um vexame, fica no empate sem gols e é eliminado da Libertadores

Atlético pressiona 90 minutos, tem gol mal anulado e deixa a Libertadores

O sonho do bicampeonato da Libertadores foi adiado. Na noite desta quarta-feira, no Mineirão, o Atlético deixou a competição ao empatar sem gols com o Jorge Wilstermann, no jogo de volta das oitavas de final. A equipe boliviana venceu o jogo de ida por 1 a 0, em Cochabamba.

O Galo pressionou bastante o jogo todo e teve um gol legítimo de Fred mal anulado pela arbitragem, que assinalou impedimento inexistente do artilheiro em lance aos 33 minutos do primeiro tempo.

Neste domingo, o Atlético receberá o Flamengo, às 16h, na Arena Independência, pelo Brasileirão.

O JOGO

Logo no primeiro ataque, aos 50 segundos, Marcos Rocha cruzou rasteiro pela direita e a defesa boliviana afastou o perigo. Aos dois minutos, Luan lançou Cazares na área e por muito pouco o equatoriano não conseguiu dominar a bola para sair na cara do gol.

Fábio Santos sofreu falta pela esquerda, Cazares levantou a bola na área e o goleiro Olivares fez a defesa. Depois de tentar em cruzamentos de Luan e Marcos Rocha pela direita, o Galo quase abriu o placar aos 13 minutos. No lance, Elias recebeu passe de Cazares na grande área pela esquerda, cruzou e Fred cabeceou fora.

Aos 14 minutos, após cruzamento de Marcos Rocha pela direita, Cazares finalizou para fora. Em seguida, Elias chutou e a bola explodiu no zagueiro, Luan pegou o rebote e cabeceou para fora, rente à trave. Marcos Rocha cobrou falta aos 19 minutos e Fred desviou de cabeça, para fora. Aos 26, Cazares finalizou para a defesa de Olivares.

Aos 33, Fred recebeu a bola na área e tocou para o gol, mas a arbitragem marcou impedimento inexistente do atacante atleticano. No ataque seguinte, Cazares recebeu lançamento de Leonardo Silva na área e desviou de cabeça, por cima do gol.

O Atlético também tentou furar o bloqueio boliviano em cobranças de falta e escanteio de Cazares, mas a defesa boliviana cortou os cruzamentos, assegurando a igualdade parcial.

SEGUNDO TEMPO

O Galo voltou do intervalo com Valdívia no lugar de Adilson. Aos três minutos, Cazares arriscou de longe, para fora. Aos cinco minutos, Cazares chutou da entrada da área, por cima do gol. Valdívia cruzou pela esquerda, aos seis minutos, e a zaga do Wilstermann fez o corte pelo alto.

Aos sete minutos, Marcos Rocha cobrou lateral para a área, Leonardo Silva desviou de cabeça e Fred tentou rolar a bola na entrada da área, mas o zagueiro fez a interceptação.

Cazares sofreu falta pela esquerda, aos onze minutos, ele mesmo fez a cobrança, Luan desviou de cabeça e acertou o travessão. Logo depois, Luan chutou colocado e exigiu boa defesa de Olivares.

Robinho entrou no lugar de Luan aos 16 minutos. O galo continuou pressionando muito e levou perigo no cruzamento de Fábio Santos pela esquerda, cortado pela zaga boliviana. Aos 21, Rafael Carioca tentou de fora da área, por cima do gol.

Robinho cruzou pela direita, aos 23 minutos, e o goleiro Olivares saiu novamente do gol para ficar com a bola. Aos 28, após boa tabela entre Robinho e Elias, Marcos Rocha cruzou rasteiro pela direita e o goleiro ficou com ela. Em seguida, Fred tentou conclusão na área e a bola desviou no zagueiro.

O Atlético manteve a pressão sobre o Jorge Wilstermann. Aos 33, Fred recebeu grande passe de Cazares, chutou cruzado e o zagueiro afastou o perigo. Aos 35, Otero entrou no lugar de Elias e foi logo fazendo cruzamento pela direita, cortado pela zaga do Wilstermann.

Aos 37, Robinho pegou a sobra de bola na entrada da área, chutou forte de perna esquerda e a bola foi direto nas mãos do goleiro. Otero tentou de fora da área e o chute desviou no zagueiro.

Aos 43, após lance confuso na área, Robinho finalizou para fora. O Galo tentou de todas as formas, mas não conseguiu furar o bloqueio boliviano.

ATLÉTICO 0 x 0 JORGE WILSTERMANN
Motivo:
 07/08/2017
Data: 09/08/2017
Hora: 21h45
Estádio: Mineirão
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Público: 36.018
Renda:
 R$955.610,00
Árbitro: Jose Argote (VEN)
Auxiliares:
 Carlos Lopez (VEN) e Luis Murillo (VEN)
4º Árbitro: Juan Soto (VEN)
Assessor de árbitros: Saul Laverni (ARG)
Cartões amarelos: Marcos Rocha (Atlético); Saucedo, Chávez (Jorge Wilstermann)

Atlético
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Adilson (Valdívia), Elias (Otero) e Cazares; Luan (Robinho) e Fred. Técnico: Rogério Micale.

Jorge Wilstermann
Olivares; Morales (Cardozo), Alex Silva, Zenteno e Aponte; Ortiz, Machado, Saucedo e Serginho; Bergese (Chávez)e Álvarez (Pedriel). Técnico: Roberto Mosquera.

Site oficial do Atlético (www.atletico.com.br)

Veja os melhores momentos da partida no vídeo postado pelo canal +LancesTv: