Cruzeiro sufoca, mas não consegue vencer o Botafogo, no Mineirão

Com muita raça, luta e determinação, o Cruzeiro dominou o Botafogo, criou chances para vencer, inclusive duas bolas na trave, mas não saiu do empate, em 0 a 0, na tarde deste domingo, no Mineirão, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Maior de Minas volta a campo daqui a uma semana, no próximo domingo, às 11h, contra o São Paulo, no Morumbi, novamente pelo Brasileirão. Nesta partida, o técnico Mano Menezes não poderá contar com o volante Lucas Silva, que recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso.

Na quarta-feira seguinte, às 21h45, a Raposa faz a primeira partida da semifinal da Copa do Brasil, contra o Grêmio, em Porto Alegre. O duelo de volta acontecerá sete dias depois, no Mineirão.

O jogo

Logo após o apito inicial do árbitro Cláudio Francisco Lima e Silva, da Federação Sergipana de Futebol, o Cruzeiro partiu com tudo em busca da vitória.

Tanto que, logo nos quatro primeiros minutos, criou quatro oportunidades para abrir o marcador. A primeira delas em chute de Sassá, que Gatito Fernández defendeu, e a segunda em finalização de Rafinha, na trave. As duas outras foram após escanteio cobrado por Alisson, que Emerson quase fez contra, e na sequência Murilo Cerqueira desviou chute de Lucas Romero, de calcanhar, para fora.

A maior torcida de Minas Gerais contava e apoiava a Cruzeiro o tempo todo e quase foi premiada aos 15 minutos, em outra jogada bastante perigosa de Sassá. O ex-atacante do Botafogo driblou dois marcadores e cruzou para Alisson, na pequena área. O atacante desviou de letra, na única alternativa que tinha, e a bola saiu para a linha de fundo.

Aos poucos, o time carioca encaixou melhor a marcação, se fechou na defesa e diminuiu o sufoco do Cruzeiro, que passou a ter mais dificuldades na criação das jogadas. Mas a Raposa conseguiu chegar ao ataque com perigo mais uma vez no primeiro tempo, em jogada de Alisson, que penetrou na área e cruzou para Thiago Neves, mas o zagueiro Marcelo conseguiu antecipar e evitou a finalização do camisa 30 cinco estrelas.

Pressão

O Botafogo adotou uma postura ainda mais defensiva na etapa final da partida e o Cruzeiro seguiu batalhando em busca da vitória, tentando furar o bloqueio do adversário, como fez Murilo Cerqueira, de cabeça, acima do gol, após cruzamento de Rafinha.

Aos 17 minutos, Alisson recebeu passe na intermediária e tocou para Thiago Neves, que dominou e chutou colocado, mas Emerson se jogou na bola e conseguiu tirar.

Em bola parada, o Botafogo deu um susto no goleiro Fábio, em cobrança de falta de Léo Valencia, que Emerson Silva cabeceou, com muito perigo, à esquerda do gol celeste.

Guerreiro, o Maior de Minas buscava o ataque incessantemente, mas a bola insistia em não entrar. Thiago Neves tentou duas vezes de fora da área, a primeira para fora e a outra nas mãos do goleiro do Botafogo.

Aos 32, Robinho cobrou falta para a área e Sassá deu um peixinho, mas não conseguiu desviar para o gol. Pouco tempo depois, após bola alçada na área, Thiago Neves escorou de cabeça para Alisson, que cabeceou para o gol, mas a bola bateu na trave mais uma vez.

O Cruzeiro pressionava bastante o Botafogo, que se segurava atrás como podia e, aos 43 minutos, poderia ter marcado, em contra-ataque nos pés de Marcos Vinícius, que chutou na saída de Fábio, à direita do gol.

Passado o susto, a Raposa voltou a sufocar a equipe carioca até os instantes finais da partida, mas não conseguiu transpor a retranca do adversário.

CRUZEIRO 0 X 0 BOTAFOGO
Motivo: 19ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 06/08/2017 (domingo)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva-SE (CBF-AB)
Cruzeiro: Fábio; Lucas Romero, Léo, Murilo Cerqueira e Diogo Barbosa; Nonoca (Robinho), Lucas Silva, Rafinha (Rafael Sobis) e Thiago Neves; Alisson (Raniel) e Sassá
Técnico: Mano Menezes
Botafogo: Gatito Fernández; Emerson (Renan Fonseca), Marcelo, Emerson Silva e Gilson; Rodrigo Lindoso, Dudu Cearense, Bruno Silva e Léo Valencia (Marcos Vinícius); Guilherme e Brenner (Vinícius)
Técnico: Jair Ventura
Cartões amarelos: Sassá, Lucas Silva e Diogo Barbosa (Cruzeiro); Dudu Cearense, Léo Valencia e Emerson Santos (Botafogo)

Cláudio Antonio / Site Oficial do Cruzeiro (www.cruzeiro.com.br)
Foto: Washington Alves / Cruzeiro

Veja os melhores momentos da partida no vídeo postado pelo canal +LancesTv: