Rapaz é assassinado e jogado em fogueira na zona rural de Virginópolis

Vítima foi baleada, teve o corpo jogado em fogueira, depois arrastado por vários metros e ainda jogado de uma ponte na zona rural

O ipatinguense Álvaro Pereira Drumond, de 35 anos, teve uma morte violenta na zona rural de Virginópolis, município da região de Guanhães. Ele foi assassinado com um tiro de espingarda, caiu em uma fogueira e teve o corpo arrastado por vários metros amarrado a um carro. Marcelo Rener Lages Figueiredo, de 36 anos, natural de Coronel Fabriciano, confessou o crime e foi preso em flagrante nesta sexta-feira (28).

A descoberta do crime ocorreu após uma denúncia recebida pela Polícia Militar, sobre um homicídio que teria ocorrido no Córrego do Betume, na zona rural de Virginópolis. As denúncias apontavam que, após o crime, o suspeito teria sido visto jogando o corpo da vítima em um curso d’água.

Os policiais, durante rastreamento, conseguiram localizar Marcelo na direção de uma picape Fiat Strada. Ele disse, inicialmente, não saber do paradeiro de Álvaro, mas acabou confessando todo o ocorrido com a vítima. O suspeito alegou que o ipatinguense esteve em sua casa e teria furtado R$ 150 da mãe de Marcelo, após se oferecer para fazer um café.

Marcelo armou-se com uma espingarda e foi atrás de Álvaro, que negou ter furtado o dinheiro. Não acreditando na versão do suspeito, o assassino confessou ter disparado um tiro no peito da vítima, que caiu sobre uma fogueira. Ele disse que, após o crime, saiu para finalizar alguns serviços na residência.

Após algumas horas, Marcelo pegou uma corda, passou pela cabeça da vítima e amarrou no seu carro, arrastando o cadáver até uma ponte de onde jogou o corpo no córrego. Segundo a PM, esta foi a história contada pelo acusado, em depoimento dado aos policiais militares que atenderam a ocorrência.

Maconha para amigos
Os policiais fizeram uma vistoria na casa onde mora Marcelo e encontraram uma barra de maconha pesando quase meio quilo e uma balança de precisão. Ele confessou que faz uso da droga e que, eventualmente, vende para alguns amigos. O assassino confesso mostrou aos policiais onde estava a arma usada no crime, uma espingarda calibre 16 e um cartucho deflagrado, que foi apreendida.

O corpo de Álvaro, localizado pelos policiais militares, foi removido para o IML de Governador Valadares após a perícia da Polícia Civil. Marcelo foi encaminhado para a delegacia e autuado em flagrante pelo homicídio. Ele, que tem outras passagens policiais, foi recolhido no presídio da Comarca de Guanhães.

Os familiares do ipatinguense foram para Governador Valadares e fizeram a liberação do corpo da vítima. Ele será trasladado para Ipatinga, na manhã deste sábado, e será velado na capela da Funerária Nova Aliança. O sepultamento está previsto para a manhã de domingo, no Cemitério Parque Senhora da Paz, no bairro Veneza II. (Diário do Aço)