Está no Ar

Recados No Ar





Envie seu pedido!

TCE multa 84 prefeitos mineiros por atraso na entrega de documentos

Guanhães e Morro do Pilar estão entre municípios em que prefeitos deixaram de cumprir prazos, devido a gestão anterior não ter encaminhado documentos necessários

O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, durante a sessão de Pleno, aplicou multa de cinco mil reais a 84 prefeitos mineiros pelo não encaminhamento ao Tribunal de informações mensais determinadas pela Instrução Normativa nº 10/11. Entre os municípios em que prefeitos deixaram de cumprir prazos, Guanhães e Morro do Pilar estão na lista, devido à gestão anterior não ter encaminhado os documentos necessários. Todas as informações são referentes ao exercício de 2016.

A decisão foi tomada em sessão ordinária, nesta última quarta-feira, sob a presidência do conselheiro Cláudio Terrão. Na proposta do seu parecer, o presidente explicou que “a falta do envio das informações impossibilita a consolidação das contas”.

Os municípios atingidos pela decisão do TCEMG foram: Abre Campo, Água Comprida, Aguanil, Aimorés, Andradas, Antônio Prado de Minas, Araguari, Araporã, Araxá, Argirita, Biquinhas, Boa Esperança, Bom Despacho, Caeté, Campina Verde, Campo Florido, Capim Branco, Carneirinho, Cascalho Rico, Catas Altas da Noruega, Caxambu, Cipotânea, Conceição das Alagoas, Conceição de Ipanema, Coromandel, Delfinópolis, Dona Euzébia, Dores do Indaiá, Espera Feliz, Estrela do Sul, Fervedouro, Florestal, Frei Inocêncio, Fronteira, Gouvea. Grupiara, Guanhães, Guidoval, Ibituruna, Indianópolis, Ipatinga, Iraí de Minas, Ituiutaba, João Pinheiro, Lagoa Grande, Lajinha, Manhumirim, Mar de Espanha, Matias Cardoso, Matutina, Morada Nova de Minas, Morro do Pilar, Nacip Raydan, Onça de Pitangui, Papagaios, Paracatu, Patos de Minas, Piranga, Pirapora, Planura, Pocrane, Ponte Nova, Presidente Bernardes, Recreio, Rio Piracicaba, Rodeiro.  Sacramento, São Francisco do Glória, São Geraldo da Piedade, São Gonçalo do Pará, São Gotardo, São João da Ponte, São José da Lapa, Senador Cortês, Serra do Salitre, Serra dos Aimorés, Tapira, Taquaraçu de Minas, Teófilo Otoni, Tiros, Tupaciguara, Uberaba, União de Minas e Vieiras. (Com informações: Site do Tribunal de Contas de Minas Gerais)