Está no Ar

Recados No Ar





Envie seu pedido!

Atlético supera Paraná no Horto e avança na Copa do Brasil

Otero marcou gol olímpico e Fred completou triunfo com toque de cavadinha

O Atlético está nas quartas de final da Copa do Brasil. Mesmo com vários problemas de lesão, a equipe se superou no Independência, venceu o Paraná por 2 a 0 na noite desta quarta-feira e garantiu a classificação. Os gols da vitória foram marcados por Otero, em cobrança de escanteio, e Fred, de cavadinha, após belo passe de Cazares.
 
O Atlético agora aguarda o sorteio, na segunda-feira, para descobrir o adversário das quartas de final. Estão classificados também Flamengo, Santos, Grêmio, Atlético-PR, Botafogo e Palmeiras. Nesta quinta, Chapecoense e Cruzeiro decidem a última vaga.
 
O foco atleticano agora vai para o Campeonato Brasileiro. No domingo, às 16h, o Galo visita o Palmeiras, em busca da primeira vitória na competição.
 
O jogo
 
O Atlético entrou em campo sem três titulares. Sem Adilson, lesionado, e Rafael Carioca e Robinho, este no banco, poupados, o Galo teve apenas dois volantes, uma formação diferente dos últimos jogos. Já o Paraná começou a partida determinado a jogar fechado, esperando o contra-ataque para ampliar a vantagem conquistada no duelo em Curitiba.
 
O Galo comandou a posse de bola, porém viu um adversário com todos os jogadores no campo de defesa. Estava difícil penetrar e o Alvinegro tinha dificuldades na criação. Na melhor chance, Cazares recebeu de Otero, girou e finalizou fraco.
 
Uma das armas do Atlético para furar o bloqueio paranista, Marcos Rocha se lesionou sozinho, aos 20 minutos, e precisou ser substituído. Roger Machado deslocou Yago para o lado direito e colocou Danilo em campo. Após a mudança, o Galo caiu de produção. Os dois jogadores não conseguiram se adaptar rapidamente às improvisações. E assim, quase o Paraná abriu o placar.
 
Danilo recebeu de Fábio Santos na intermediária alvinegra, vacilou e foi desarmado. O Paraná atacou em velocidade e Robson foi lançado nas costas de Yago, que estava mal posicionado. O atacante chutou na trave. Era o pior momento do Galo no jogo, mas na sequência, a torcida alvinegra comemorou aliviada. Aos 40’, em cobrança de escanteio, Otero bateu com curva, o goleiro Léo não conseguiu cortar e a bola bateu na trave antes de entrar. Golaço olímpico: 1 a 0. Ainda deu tempo de o time paranista acertar o travessão, em cobrança de falta de Robson.
 
No segundo tempo, o Paraná voltou saindo mais para o jogo. O Atlético jogou com o contra-ataque nas mãos. Na primeira chance que teve, o Galo desperdiçou. Victor lançou Cazares, que ganhou na velocidade, invadiu a área e cruzou para Fred, livre, cabecear para fora.
 
Na segunda chance, no entanto, o camisa 9 não desperdiçou. Cazares recebeu pela direita, deu belo drible no adversário e e fez lançamento magistral para Fred, na cara do gol. O atacante deu toque sutil por cima do goleiro Léo e ampliou o marcador: 2 a 0. O jogador alvinegro nem comemorou. No lance, ele acertou o joelho no rosto do goleiro adversário, e se preocupou imediatamente. O jogador paranista saiu direto para a ambulância.
 
No fim, o time visitante foi para cima. Alex Santana chutou de longe e Victor fez grande defesa. O Galo procurava o contra-ataque, mas não conseguiu ampliar a vantagem. No fim, o goleiro atleticano ainda fez defesa incrível em chute cruzado de Pedro. Apito final e festa da massa com o já tradicional grito: “Caiu no Horto, tá morto”.

ATLÉTICO 2 X 0 PARANÁ
 
ATLÉTICO

Victor, Marcos Rocha (Danilo), Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Yago, Elias, Otero (Ralph) e Cazares (Robinho); Maicosuel e Fred
Técnico: Roger Machado
 
PARANÁ

Léo (Douglas), Leandro Vilela, Rayan, Brock, Igor (Matheus Carvalho); Jhony, Gabriel Dias, Alex Santana e Biteco; Robson e Felipe Alves (Pedro)
Técnico: Cristian de Souza
 
Gols: Otero, aos 40 minutos do primeiro tempo; Fred, aos 21
Cartões amarelos: Ralph (ATL); Alex Santana, Gabriel Dias, Jhony, Robson (PAR)
Motivo: jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil
Local: estádio Independência, em Belo Horizonte
Público: 16.614
Renda: R$ 418.438,00
Data e hora: quarta-feira, 31 de maio, às 21h45
 Árbitro: André Luiz de Freitas Castro - GO (CBF)
Assistentes: Bruno Raphael Pires - GO (FIFA) e Edson Antônio de Sousa - GO (CBF)

(Superesportes)