Está no Ar

Recados No Ar





Envie seu pedido!

América e Cruzeiro se reencontram na semi do Mineiro

Equipes de Belo Horizonte duelam neste domingo, às 16h, no Independência

Há exatos 357 dias, o Cruzeiro deixava o Mineirão eliminado pelo América na semifinal do Campeonato Mineiro de 2016. O Coelho, então comandado por Givanildo Oliveira, fez ruir a recém-iniciada ‘era Deivid’ na Toca II e seguiu para a final do torneio em que levantaria o troféu duas semanas depois. Neste domingo, às 16h, no Independência, os clubes de Belo Horizonte reeditam o confronto. Do lado celeste, Mano Menezes – sem perder há 22 jogos – já relembrou o duelo da última temporada para ligar o alerta. No Lanna Drumond, a expectativa é pela repetição do filme.

Por ter feito melhor campanha, o Cruzeiro entra na semifinal com a vantagem de jogar por dois empates ou por vitória e derrota pela mesma diferença de gols. A partida de volta está marcada para o dia 23 de abril (domingo), no Mineirão, em horário ainda a ser confirmado pela Federação Mineira de Futebol.

América de mistérios

Para tentar surpreender o adversário, Enderson Moreira faz muito mistério sobre a escalação. Ele fechou as duas últimas atividades do América, que vem de duas classificações sobre a Raposa, em 2012 e 2016, e nem sequer divulgou a lista de relacionados para o duelo no Horto. As atrações confirmadas na lista são o atacante Hugo Almeida, recuperado de lesão, e o armador Ruy, jogador recém-contratado ao Coritiba visando também à disputa da Série B. O reforço poderá fazer sua estreia diante do Cruzeiro, mas a tendência é que comece entre os reservas.


O treinador americano deverá manter o trio de volantes composto por Gustavo Blanco, Juninho e Christian. Esse último volta ao time no clássico após ser poupado diante do Villa Nova na última rodada da fase de classificação. Os maiores mistérios estão no setor de criação da equipe e na formação de ataque. Renan Oliveira vinha jogando como único armador e tinha a companhia na frente de dois atacantes. Se mantiver o esquema, Enderson deve formar a dupla ofensiva com Mike e Hugo Almeida, que ficou fora das três últimas partidas.

“O Cruzeiro é um dos clubes que entrou com vantagem na temporada por ter mantido o treinador e quase todos os jogadores. É uma equipe de muita qualidade, mas estamos nos preparando para buscar o resultado que precisamos”, projetou Enderson em entrevista coletiva realizada na sexta-feira.  

Visitante embalado, mas atento

Em ritmo agitado de decisões, o Cruzeiro entrará em campo com moral elevado, pouco mais de 48 horas depois de derrotar o São Paulo por 2 a 0, fora de casa, no jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil. Mano Menezes fechou a única atividade preparatória para a semifinal, mas revelou surpresas na lista de relacionados: o volante Henrique, sem atuar desde 19 de abril, e Rafael Sobis, poupado no duelo no Morumbi, estão de volta. Com desgaste muscular, Ezequiel segue como desfalque. Mayke, portanto, segue no time.  A última vez em que a equipe perdeu no Independência foi justamente para o América, no primeiro jogo da semifinal de 2016.

Outro retorno importante no time de Mano Menezes é na lateral esquerda. Diogo Barbosa, suspenso pelo terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Democrata-GV, está de volta ao seu posto. A tendência é que Henrique e Sobis ainda não comecem a partida como titulares, já que tiveram problemas musculares. Outra dúvida é no gol: de volta após se recuperar de lesão, Fábio pediu oportunidade na equipe titular, apesar da boa sequência de Rafael.

Embora não estivesse no comando do clube na última semifinal, trágica para o Cruzeiro, Mano Menezes usou o exemplo para pedir atenção aos atletas. “O comportamento que o Cruzeiro vai ter, com essa ou aquela formação, vai ser um comportamento que orgulhe o nosso torcedor”, disse. “Serve de alerta para gente a semifinal do ano passado, em que a equipe deixou escapar a vaga contra o mesmo América. Não desrespeitamos ninguém, sabemos como o futebol é. Não podemos deixar o América nos surpreender”, complementou.

AMÉRICA X CRUZEIRO

AMÉRICA
João Ricardo; Auro , Messias, Rafael Lima e Ernandes; Gustavo Blanco, Juninho, Christian (Gérson Magrão) e Renan Oliveira; Mike e Hugo Almeida. Técnico: Enderson Moreira.

CRUZEIRO
Rafael; Mayke, Leo, Manoel e Diogo Barbosa; Hudson e Ariel Cabral; Thiago Neves, Arrascaeta e Rafinha (Alisson); Ramón Ábila. Técnico: Mano Menezes.

Motivo: jogo de ida das semifinais do Campeonato Mineiro
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 16 de abril de 2017 (domingo), às 16h
Árbitro: Igor Júnio Benevenuto (MG)
Assistentes: Pedro Araújo Dias Cotta (MG) e Ricardo Júnio de Souza (MG)

(Superesportes)