Está no Ar

Suspeito de assassinato em Açucena é morto após agressão

Vítima chegou ser conduzida para prestar esclarecimentos na Polícia Civil, no fim de semana

Um homicídio é investigado pela polícia no Córrego Jacutinga, em Açucena, crime ocorrido durante o feriado da Semana Santa e só divulgado na última segunda-feira (17/4). O vaqueiro Sebastião Dias de Almeida, de 55 anos, foi morto com um golpe de uma arma cortante, possivelmente uma machadinha. Um dos suspeitos pela agressão acabou morto após ser agredido violentamente em Belo Oriente.

A Polícia Militar foi informada do primeiro crime na madrugada de sábado (15/4), quando os profissionais da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Ipatinga comunicaram a morte de Sebastião. Ele chegou à unidade com uma perfuração grave na região lombar, ferida provocada com uma arma branca (faca ou machadinha), segundo os médicos.

Os policiais levantaram a informação que o crime ocorreu na rua São Pedro, na localidade do Córrego Jacutinga. Durante o socorro, dentro da ambulância, a vítima não disse quem seria os autores ou a motivação do crime, apenas dizia que sentia muitas dores e queria ajuda.

Em um levantamento na região, os militares conseguiram apurar que a vítima se encontrava na casa dos irmãos, Maria da Glória Pereira Sena, de 40, e José Aparecido Feliciano Pereira, de 38 anos, o conhecido “Zé Difícil”. Na residência, estavam ainda outras pessoas, entre elas Heliomar Rodrigues Ferreira, 44 anos.

Os três foram conduzidos até a delegacia de Ipatinga para esclarecimentos do caso, já que se contradisseram em suas versões sobre o que poderia ter ocorrido com Sebastião, que estava no local bebendo. A vítima foi achada caída ferida, nas proximidades da casa dos suspeitos. Nada na residência, que possa ter sido uma arma usada no crime, foi encontrado em uma primeira busca.

Agressão fatal

Heliomar Rodrigues e José Aparecido, após serem liberados da delegacia de Ipatinga, foram agredidos violentamente, por pessoas ainda não identificadas. Eles foram atacados na tarde desta segunda-feira na LMG-758, na fazenda Esperança, zona rural de Belo Oriente.

Os policiais militares foram informados da agressão por volta de meio-dia. As vítimas foram dominadas por ocupantes de dois carros, um VW Gol de cor preta e uma picape Fiat Strada de cor branca. A placa de um dos carros foi anotada, porém não bateu com a descrição do veículo. Após a agressão, os autores fugiram sentido a Belo Oriente.

As vítimas foram feridas gravemente com golpes de madeira e ferro. Depois de medicadas no Posto de Saúde do Distrito de São Sebastião de Braúnas, elas foram transferidas para a UPA, em Ipatinga. José Aparecido, conhecido como “Zé Difícil”, ficou internado, inconsciente e entubado. Ele não resistiu e morreu por volta das 18h.

Heliomar, também com ferimentos graves, disse para uma equipe da PM de Ipatinga ter visto apenas três agressores, mas que eles são desconhecidos. No local da agressão, os policiais encontraram apenas um tubo de ferro todo sujo de sangue, possivelmente a arma usada contra as vítimas. A polícia tenta identificar a motivação do crime. (Diário do Aço)