Está no Ar

Rodoviários de Minas vão aderir à paralisação do dia 28

Anúncio de manifestação contra reforma da Previdência foi feito por sindicalistas em reunião da Comissão de Transporte.

Representantes de trabalhadores rodoviários de Minas Gerais anunciaram nesta terça-feira (18/4/17) que a categoria vai aderir à paralisação nacional marcada para 28 de abril contra a reforma da Previdência proposta pelo governo federal. Eles foram ouvidos pela Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), a pedido do deputado Celinho do Sinttrocel (PCdoB).

“É uma greve de protesto, para mostrar ao governo e aos parlamentares federais que eles estão promovendo o massacre da classe trabalhadora com essa reforma proposta”, frisou o presidente da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários, Urbanos e Próprios de Minas Gerais (Fettrominas), Antônio da Costa Miranda.

A divulgação da adesão, segundo disse o dirigente, é para que a população possa se programar, além de incentivar a mobilização de toda a sociedade. Miranda, que também é presidente em Minas da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), frisou que a Fettrominas representa mais de 300 mil trabalhadores e reúne 40 sindicatos de rodoviários.

A fala do dirigente foi reforçada pelos presidentes dos sindicatos dos rodoviários de Betim e Contagem (ambas na Região Metropolitana de Belo Horizonte), Marcelino Antonio Alexandre e Gerson Geraldo Cesário, respectivamente.

Para os três sindicalistas, o governo deveria primeiro cobrar dos devedores do INSS o pagamento da dívida com a Previdência Social e priorizar as reformas política e tributária, no lugar de propor uma reforma da Previdência como a prevista na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, em tramitação na Câmara dos Deputados.

Eles também falaram da situação específica do transporte no Estado, condenando a lentidão nas obras de duplicação da BR-381, em Minas Gerais, e criticando aqueles que defendem o fim do trabalho do cobrador de ônibus, delegando a tarefa aos motoristas. (ALMG)