Está no Ar

Ministério libera mais R$ 8,9 mi para o combate da febre em MG

O montante será utilizado para intensificar as ações de imunização da população

Minas Gerais vai receber mais recursos para intensificar as ações de imunização da população contra a febre amarela. O estado passa pelo pior surto da doença, com 76 mortes e 216 casos confirmados. O Ministério da Saúde vai liberar R$ 8,9 milhões, segundo informações do senador Aécio Neves (PSDB), que se reuniu nesta quinta-feira com o ministro Ricardo de Barros. A liberação deve ser publicada na edição desta sexta-feira do Diário Oficial da União.

Os novos recursos se somam aos R$ 7,4 milhões já autorizados na quarta-feira para Minas para cobrir despesas hospitalares e ambulatoriais. O montante servirá para auxiliar nas despesas emergenciais durante três meses, garantindo o atendimento a pacientes diagnosticados ou com suspeita de febre amarela. O valor será incorporado ao Teto de Média e Alta Complexidade (Teto Mac) dos municípios e do estado. Ele vai contemplar as cidades de Teófilo Otoni, Ipatinga e Caratinga.

 A Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou, no fim da tarde desta quinta-feira, mais oito casos da doença. O número de casos confirmados de pessoas que contraíram o vírus passou de 208 para 216. Além disso, mais uma morte foi confirmada em decorrência da enfermidade. Já são 76 óbitos. Outras 140 mortes ainda estão sendo investigadas pela pasta.

A notificação de casos da doença segue praticamente estável. Desde segunda-feira, apenas quatro novos registros entraram para o balanço da SES. O salto foi de 991 notificações para 995, número desta quinta-feira. Foram descartados 57 casos de febre amarela. (Portal UAI)