Está no Ar

Horário de verão reduz em 0,5% consumo em MG, diz Cemig

Resultado significa um volume correspondente a 108 mil megawatts-hora (MWh) de economia

O horário de verão resultou na redução no consumo de energia de 0,5% em Minas Gerais, o que significa um volume correspondente a 108 mil megawatts-hora (MWh) de economia, informou a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Ainda conforme a estatal, durante a vigência da medida, a companhia registrou uma redução diária de 4% na demanda máxima de energia, correspondente a 350 MW.

"A redução da demanda máxima no sistema é o maior benefício do Horário de Verão, porque alivia o carregamento nas linhas de transmissão, transformadores, sistemas de distribuição e unidades geradoras de energia, aumentando a confiabilidade e a segurança da operação do sistema elétrico, reduzindo o risco de ocorrência de desligamentos no Sistema Interligado Nacional", explica o engenheiro de planejamento energético da Cemig Wilson Fernandes Lage.

Cálculos iniciais do governo federal indicavam que o sistema elétrico teria uma economia equivalente a R$ 147,5 milhões, correspondente ao custo evitado em despacho de usinas térmicas por questões de segurança e atendimento à carga. (O Tempo)